CANDIDATA DO PSDB AO SENADO VAI À PF CONTRA VAZAMENTO DE FOTOS ÍNTIMAS

A candidata do PSDB ao Senado pelo Ceará, Dra. Mayra Pinheiro, entrou com notícia-crime na Polícia Federal contra o compartilhamento criminoso de fotos íntimas dela nas redes sociais e aplicativos de mensagens.


Em nota oficial, a candidata relata que teve o computador pessoal invadido em 2015 por um criminoso, que furtou e adulterou uma série de fotos íntimas. “Agora, incomodados com o crescimento da nossa campanha, pessoas inescrupulosas e com motivação política, estão fazendo o uso criminoso destas imagens para atacar a minha integridade”, diz Mayra.

No documento, a candidata do PSDB afirma que já está tomando “todas as providências” contra os criminosos, com acionamento da Justiça e da Polícia Federal no sentido de identificar e punir os responsáveis. “Faço um alerta para quem não sabe: comete o mesmo crime quem oferece, distribui ou difunde imagens roubadas”, destaca a candidata.

Pelo Código Penal Brasileiro, este tipo de conduta se enquadraria no crime de invasão de dispositivo informático (artigo 154-A). Conhecido no Brasil após a edição da chamada “Lei Carolina Dieckmann”, de 2012, o crime pode gerar pena de detenção de três meses a um ano, além de uma possível indenização à vítima.

“Reitero minha indignação e aproveito a oportunidade para me solidarizar com todas aquelas que também sofreram violência e tentativas de ultraje. Tudo não passa da ação criminosa de verdadeiros marginais, que desconhecem ou afrontam a lei, incomodados com o protagonismo crescente das mulheres na sociedade brasileira”, diz a nota.

A VOZ DE SANTA QUITÉRIA

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.