IMAGEM DE MULHER NEGRA EM CAMPANHA DE BOLSONARO FOI USADA INDEVIDAMENTE

Uma peça de campanha do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), que exibe imagens de mulher negra trajando, enquanto narração critica "vitimismo" e declara voto no militar, é falsa. Horas depois da divulgação do vídeo, na internet, foi compartilhada a informação de que a personagem da campanha, na verdade, faz parte de imagem de banco de dados da empresa Shutterstok e custa 79 dólares. A imagem nem chegou a ser comprada pela campanha do candidato e foi usada indevidamente. Caso foi denunciado pela empresa Shutterstock.


Respondendo um tweet denunciando o caso, a empresa afirmou que o setor jurídico da empresa está atuando e "todas as medidas necessárias" serão tomadas pela empresa. 

O vídeo chegou a ser compartilhado inclusive pelo filho do candidato, Eduardo Bolsonaro (PSL), e em páginas de apoio ao presidenciável. No Twitter, Eduardo publicou o vídeo e ainda escreveu: "MULHER NEGRA E DE FAMÍLIA POBRE. Somente a verdade nos liberta. Quem pede tudo ao Estado, tudo lhe é retirado, inclusive a liberdade."

Somente no Facebook, a publicação do vídeo já tem mais de 8,9 mil curtidas e 5,6 mil compartilhamentos.

Outro vídeo 

Ainda nessa segunda-feira, 17, foi divulgado outro vídeo no qual o próprio Bolsonaro aparece falando sobre a sua única filha.

Na gravação, o candidato chega a ficar emocionado e pausar a fala. Bolsonaro conta no vídeo que era vasectomizado, mas, depois de pedido da atual esposa, desfez o procedimento. "Mudou, sim, muito a minha vida a chegada da Laura”.

O candidato foi criticado após ter dito que a filha foi uma "fraquejada". “Eu tenho 5 filhos. Foram 4 homens, a quinta eu dei uma fraquejada e veio uma mulher”, afirmou, em 2017.

A ofensiva pró-mulheres da campanha de Bolsonaro vem no momento em que ele é bastante criticado em campanhas de Geraldo Alckmin (PSDB), que explora confusões em que o militar da reserva se envolveu com relação às mulheres. O foco maior é a discussão pública com a deputada federal Maria do Rosário (PT).

O POVO

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.