JAPONÊS DEVE SER 1º TURISTA LUNAR

Los Angeles. O japonês bilionário Yusaku Maezawa, famoso por desembolsar uma quantia recorde num quadro do artista Basquiat em 2017, pretende fazer história novamente ao virar o primeiro turista a orbitar a Lua.


O colecionador de arte, ex-músico e empresário da moda de 42 anos foi anunciado ontem como o passageiro misterioso pelo fundador da SpaceX, Elon Musk. A viagem será feita com o mega foguete da empresa, o Big Falcon Rocket (BFR), que ainda não está pronto.

A última vez que o homem orbitou, ou mesmo pisou na Lua, foi há 46 anos, na missão derradeira do programa Apollo da Nasa, em 1972. Apenas 24 astronautas, todos homens e americanos, já visitaram o satélite natural da Terra e apenas 12 desceram para uma caminhada lunar.

A primeira missão tripulada a orbitar a Lua aconteceu em 1968. Sete meses depois, em julho de 1969, Neil Armstrong (1930-2012) dava seu "pequeno passo para um homem, um salto gigantesco para a humanidade", como declarou na época.

Maezawa tem uma fortuna avaliada em US$ 3 bilhões pela revista "Forbes". Em 2017, apareceu na imprensa do mundo todo ao pagar US$ 110 milhões por uma pintura de Jean-Michel Basquiat (1960-1988), maior valor para uma obra de artista americano em leilão. Além da extensa coleção de arte contemporânea, com a qual pretende abrir um museu no Japão, Maezawa é dono de um império de moda online no Japão. Sua empresa Start Today reúne uma série de lojas de roupas na internet, como a Zozotown, que declara ser a maior do país.

Ninguém sabe o preço do ingresso, mas há uma corrida intensa para se voltar à Lua. A companhia de turismo americana Space Adventures também quer embarcar seus clientes à Lua, em voos orbitais, sem pouso. Não há previsão de quando. Uma assessora disse que o preço poderia chegar a US$ 175 milhões.

DIÁRIO DO NORDESTE

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.