POR NEGLIGÊNCIA DO PARTIDO, 45 CANDIDATOS DO PTC TÊM REGISTRO INDEFERIDO

Por decisão unânime do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), 45 candidatos do Partido Trabalhista Cristão (PTC) tiveram o pedido de registro indeferido na sessão desta segunda-feira (17), o último dia para o julgamento dos casos, sob o comando da desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, presidente do órgão.


Antes do impedimento às postulações, foram julgados embargos de declaração sobre o indeferimento do Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap), por ausência de prestação de contas. O relator, desembargador Raimundo Nonato Silva Sousa, votou pelo desprovimento dos embargos. O entendimento foi acompanhado pelos juízes Alcides Saldanha Lima, Tiago Asfor Rocha Lima, Eduardo Scorsafava, Roberto Viana Diniz e Cássio Felipe Góis Pacheco.

A presidente, desembargadora Maria Nailde Pinheiro, chamou, em bloco, os 45 candidatos do PTC, que foram, também indeferidos, sendo 32 a deputado estadual, 10 a deputado federal, um a senador e seus dois suplentes. Apenas um nome do partido, o candidato a deputado estadual Thiago Rodrigues, será julgado futuramente, segundo informou o desembargador Raimundo Nonato.

Recurso no TSE

Entre os impedidos está o candidato ao Senado, Roberto Burns. À reportagem, reconheceu que houve um erro da direção do partido em não prestar contas em 2015 e 2016 e informou que esperava o julgamento das contas antes da decisão. Garantiu que irá recorrer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Por quê não pode a gente querer concorrer Qual é o problema? Não estamos prestando contas?”, questionou.

A VOZ DE SANTA QUITÉRIA

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.