BUSCAS EM BRUMADINHO CHEGAM A UM MÊS COM FOCO EM ESCAVAÇÕES

As buscas pelas vítimas levadas pelo “mar de lama” provocado pelo rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho (MG), completam um mês nesta segunda-feira (25). Ao longo destas quatro semanas, a megaoperação passou por diferentes fases e empregou técnicas variadas.


“Agora é um momento de paciência. São escavações, que têm que ter método, ter tecnologia e ter organização”, afirma o tenente-coronel Anderson Passos.

Entre 25 de janeiro e este 25 de fevereiro, a procura por sobreviventes e por corpos foi rotina para centenas de militares e voluntários. “O trabalho começa às 5h, quando as equipes se levantam. Às 6h30, nós nos reunimos para uma orientação, um briefing de segurança e de diretrizes do que vai ser feito ao longo do dia. As equipes são lançadas a campo. (...) Ao final do dia, quando as equipes retornam, elas nos dão um feedback de como foi o rendimento do planejamento. Fazemos então, a seguir, uma reunião para planejarmos o dia seguinte e tudo se repete”, diz o oficial.

Segundo ele, ainda não é possível estimar por quanto tempo este esquema de trabalho vai perdurar. De acordo com o último balanço, 179 mortes foram confirmadas. Outras 131 pessoas continuam desaparecidas.

Se inicialmente quase 500 homens e mulheres de diversos estados e corporações – e até de fora do país – atuaram nas buscas, com auxílio de cerca de 15 helicópteros e quase 20 cães farejadores, atualmente, a incansável procura por corpos tem outras características.

Três semanas depois, o cenário era outro. No 26º dia de buscas, por exemplo, 181 militares – 115 mineiros e 66 de outros estados – e quatro cães estavam mobilizados. Já o número de máquinas pesadas, que não podiam ser usadas no início dos trabalhos por causa das características da lama, chegava a 42.

Segundo o tenente-coronel, o efetivo menor não significa redução nas buscas. Ele ressalta que a variação no quantitativo de pessoal é reflexo da característica atual do trabalho, focado em escavações.

G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.