QUEBRA PAU GENERALIZADO INTERROMPE SESSÃO NA CÂMARA DE MACAPÁ

Uma briga generalizada entre políticos e funcionários paralisou a eleição para presidente da Câmara de Vereadores de Macapá (AP) nesta quinta-feira (4). O tumulto, que envolveu diversas pessoas, começou com os parlamentares Caetano Bentes (PSC) e Yuri Pelaes (MDB). As informações do G1.


Não há informação sobre feridos após a briga. A confusão acabou após a Polícia Militar intervir junto com a Guarda Municipal. As divergências iniciaram após o vereador Pastor Didio (PRP) solicitar a suspensão da sessão, mas sem informar os motivos. Yuri Pelaes (MDB) pediu a Caetano Bentes (PSC) para ler o documento, mas ele se negou e começaram a discutir até entrarem em confronto.

A sessão ficou interrompida por uma hora e, na sequência, os vereadores voltaram para a mesa. Doze dos 23 parlamentares votaram em Marcelo Dias (PSDB) para presidente e Adrianna Ramos (PR) como vice. Luzes, microfones e até mesmo o ar-condicionado do plenário foram desligados durante a votação, mas a Câmara não soube dizer que houve uma interrupção intencional de energia no local.

A sessão desta quinta-feira foi a segunda para eleger o presidente da Câmara dos Vereadores de Macapá, pois a primeira, realizada em 25 de janeiro, foi anulada pela Justiça. Na primeira votação, Ruzivan Pontes tinha sido escolhido para presidir a Casa.

G1 via Revista IstoÉ -

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.