UBAJARA: HOMEM FOI PRESO FAZENDO SEXO COM UMA CACHORRA

A Polícia Militar prendeu em flagrante, na madrugada desta segunda-feira (6), um homem de 29 anos suspeito de abusar sexualmente de uma cadela em Ubajara, no Ceará. O ato de zoofilia foi presenciado pela dona do animal, que flagrou a ocorrência. 


Segundo informações do delegado do Destacamento de Ubajara, a polícia foi acionada pela dona da cadela, que ligou denunciando o crime. "Quando chegamos ao local, encontramos o suspeito deitado na rua com a cachorra sangrando do lado", disse o delegado.

De acordo com a dona da cadela, que preferiu não se identificar, a cachorra começou a latir na rua. Quando ela decidiu colocar o animal para dentro de casa, flagrou o homem abusando do animal na sua calçada. 


"Eu ouvi a minha cachorra gemendo e já tinha visto esse homem bebendo na minha calçada. Quando ela começou a latir e chorar eu corri, pois pensei que ele estava matando ela. Quando cheguei na rua, encontrei ele abusando da minha cadela", disse a dona do animal.

Após chegar ao local, a Polícia Militar prendeu o suspeito em flagrante e o conduziu para o Destacamento de Ubajara, para procedimentos legais.

Lei contra maus-tratos

A atual legislação brasileira prevê pena de detenção de três meses a um anos, além de multa, para quem abusar, ferir ou mutilar, animais silvestres, domésticos ou domesticados (nativos ou exóticos). Se houver morte, a pena pode ser aumentada em até um terço. 

Em dezembro de 2018, um projeto de lei aprovado pela Câmara dos Deputados propôs aumentar a pena de maus-tratos para um a quatro anos, além de tornar a zoofilia um agravante que, caso comprovada, também elevaria a pena em até um terço. O texto aguarda votação no Senado.

DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.