SENADOR CASSADO VAI PARA ISOLAMENTO POR ASSÉDIO À AGENTE PENITENCIÁRIA

O senador cassado Luiz Estevão foi colocado em isolamento por três dias no Complexo da Papuda por ter supostamente cometido assédio contra uma agente penitenciária. O ex-político teria proferido gracejos para a servidora.

O ex-senador Luiz Estevão, que cumpre pena de 26 anos de prisão em Brasília — Foto: Reprodução/TV Globo

A Secretaria de Segurança informou, na segunda-feira (5), que o isolamento disciplinar preventivo de Luiz Estevão foi uma medida administrativa inicial e que o suposto desrespeito à agente está sendo apurado.

"Ao término do procedimento de apuração será avaliado se houve falta disciplinar e, nesse caso, qual será a punição."

O advogado do ex-senador, Marcelo Bessa, negou que o cliente tenha cometido assédio e afirmou que vai tratar do assunto apenas no âmbito da Justiça.

'Linda'

Atualmente no regime semiaberto, Luiz Estevão teria dito a uma agente da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais que ela é "linda", além de outros gracejos, ao chegar do trabalho, no posto de fiscalização da Papuda.

Durante o isolamento, o detento muda de cela. Fica sozinho, sem direito a televisão, ventilador e perde o direito de trabalhar fora da cadeia no período.

Saidão

Mesmo com o caso em apuração, Luiz Estevão está na lista de presos que devem se beneficiar no próximo saidão – entre sexta-feira (9) e segunda (12).

G1

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.