CEARÁ TERÁ DOIS JOGOS EM CASA PARA DESLANCHAR

De astral renovado após a vitória de virada diante do Bahia, por 2 a 1, em Salvador, o Ceará iniciou a preparação visando a sequência da Série A do Campeonato Brasileiro.Mais do que a vitória, a boa atuação diante do Bahia ao longo dos 90 minutos, jogando com diferentes esquemas táticos, traz uma indagação visando dois jogos importantes em sequência fora de casa, contra Vasco (no sábado, 17 horas), e Fluminense, (no dia 30): qual a formação que Adilson Batista utilizará, já que duas vitórias são vitais para encaminhar a permanência do Vovô na Série A?


Analisando as últimas atuações do Ceará e as formações utilizadas por Adilson nos dois jogos que fez na Série A (Goiás e Avaí), a tendência é que o treinador escale a melhor formação possível, com as peças que tem disponível. Sem nenhum titular suspenso (apenas o reserva Cristovam está suspenso pelo 3º cartão amarelo), e com três retornos importantes de titulares (o lateral-direito Samuel Xavier, o volante Fabinho e o meia Thiago Galhardo), Adilson tem como atuação modelo, a formação utilizada contra o Bahia.

No 1º tempo, o Vovô já foi melhor com uma formação defensiva, com o trio William Oliveira, Ricardinho e Pedro Ken de volantes, Felipe Silva na armação, centralizado, e dois atacantes: Lima e Bergson. No 2º tempo, ao sofrer o gol aos 30 minutos, o técnico tirou Pedro Ken e pôs Leandro Carvalho, a equipe pressionando a partir daí, virando a partida.

Aí que está o dilema de Adilson. A primeira opção é manter os três volantes que deram boa sustentação no 1º tempo, com Fabinho entrando no lugar de Pedro Ken, com Felipe Silva centralizado no meio e escalando Galhardo na referência no ataque outra vez. A segunda é manter Bergson lá na frente, escalando Galhardo no meio, mas tirando Felipe Silva da posição de armador, na qual vem jogando bem.

Em resumo, a volta de Thiago Galhardo "complica" a tarefa de Adilson, já que ele não tem atuado bem nem como Camisa 10, nem como referência, como fizeram Felipe Silva e Bergson diante do Bahia, respectivamente.

Dilemas à parte, o treinador elogiou a atuação da equipe diante do Bahia. "Tivemos muita concentração durante o jogo, assim como atitude após o resultado desfavorável. Adiantamos o time, abrimos o jogo com os extremos, tivemos perseverança. Pelo volume de jogo, pelo comportamento, em um jogo difícil, só tenho que enaltecer o comportamento deles. Estamos em um processo de evolução e temos que pensar no Vasco".

Encaixe

O lateral-direito Samuel Xavier declarou que o time está cada vez mais seguro com o técnico Adilson Batista, entendendo sua filosofia de jogo.

"Quando se tem uma mudança, às vezes tem equipe que pega rápido, outras não. Mas acho que a nossa equipe conseguiu ver a forma que o Adilson gosta de trabalhar e acho que estamos conseguindo encaixar essa maneira", declarou o atleta.

Em seguida, Samuel elogiou o treinador. "O Adilson é muito experiente, entende muito de futebol. Nós vamos abraçar isso e quem vai ganhar é o Ceará", finalizou.

DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.