IDOSAS DE ABRIGO PEDEM PERFUME, PRODUTOS DE HIGIENE E BONECAS DE PRESENTE DE NATAL

As 42 idosas do abrigo Casa de Nazaré, localizado no bairro Montese, em Fortaleza, já estão com os pedidos de Natal prontos para a campanha ‘Quero ser o Papai Noel da Vovó’, promovida pelo Grupo Memorial de Fortaleza. Conforme irmã Jozenira, uma das responsáveis pela Casa, os pedidos das idosas são simples: vão desde colônias, materiais de higiene pessoal, rede e camisolas até bonecas, motivo de lazer dentro do abrigo. Já outras afirmam não gostar de pedir.


Há 20 anos na Casa, a maranhense Socorro Costa, aos 90 anos, é conhecida como "bonequeira" pelas outras idosas por passar a semana produzindo bonecas para vender e conseguir pagar suas contas. Para o final deste ano, a idosa afirma não ter grandes pedidos. "Esse negócio de Natal, e estar pedindo... não gosto muito. Eu acho a vida de hoje tão difícil que eu tenho até pena de pedir. A gente sabe que as pessoas se esforçam para ter o dinheiro delas, para ainda ter gente pedindo. Ano passado eu ganhei uma colônia e um frasco de água benta, mas esse ano não quero", diz Socorro.

Já Raimunda Andrade, de 85 anos, relata ter ganhado presentes valiosos em natais passados, porém, para esse, espera algo mais simples. "Eu fico sem saber o que pedir, mas se alguém quiser gastar dinheiro com uma rede, eu quero. Eu fico encabulada, eu gosto de receber tudo que me dão, mas não gosto de ficar pedindo. Já ganhei ventilador, liquidificador... mas eu não peço, não. Me dão sem eu saber", acrescenta.

Irmã Jozenira afirma que o número de doações para o abrigo é alto, porém, ainda há necessidades. "Nós arrecadamos muitos alimentos e roupas, mas ainda é necessário mais. Além disso, precisamos muito de fraldas e de café", relata.

Dia a dia

Irmã Jozenira comenta que há laços familiares criados dentro do abrigo no cotidiano, principalmente para aquelas que não são assistidas de perto pelos parentes. "Algumas têm familiares, mas muitas não casaram, não criaram um vínculo familiar. Algumas famílias vêm, as levam para o final de semana, mas outras não têm esse benefício. Somos nós que cuidamos e criamos essa família", diz.


Socorro e Raimunda têm a presença dos familiares por perto, mesmo dentro do abrigo. "Eles vêm quando podem, e eu entendo quando demoram. Afinal, cada um tem sua vida, e na correria de hoje, é muito difícil tirar um tempo para fazer algo que não seja trabalho", afirma dona Raimunda.

Abrigo

Lar para 42 idosas há cerca de 78 anos, a Casa Nazaré é motivo de busca de pessoas da terceira idade por diferentes motivos. De acordo com Irmã Jozenira, o local só atende mulheres por conta da estrutura. “O Ministério Público exige, para atendimento de homens e mulheres, um abrigo com duas alas separadas, estrutura que não está dentro da capacidade do abrigo”, esclarece.

A religiosa fala ainda que a influência católica do local corroborou com o fato de apenas mulheres serem abrigadas no local. "Antigamente, tinha toda aquela cultura de que os padres abrigavam os idosos homens, enquanto as freiras ficavam com as mulheres. Até hoje, isso se manteve. Muitos homens vêm procurar o abrigo para morar, mas a gente realmente não tem condições de atender”.

Campanha

Com o objetivo de trabalhar o cuidado na solidão, o Grupo Memorial Fortaleza lançou a campanha ‘Quero ser o Papai Noel da Vovó’. Segundo Rosângela Pinheiro, analista de Marketing da empresa, a iniciativa acontece pela primeira vez e busca arrecadar doações para as idosas da Casa de Nazaré. “Foi pensado seguindo uma ideia do padre Fábio de Melo. Buscamos fazer um tipo de enfrentamento à solidão”, diz.

Para quem quiser apadrinhar uma idosa, os pontos de coleta das doações estão dispostos, até o próximo dia 10 de dezembro, no Memorial Funeral Home, no bairro Papicu, e na Cred Urna, funerária localizada no Bom Jardim. Conforme Rosângela, a entrega dos presentes acontecerá no dia 12 de dezembro, às 15h, na Casa de Nazaré (Rua Padre João Piamarta, 465, Montese). “Quem quiser doar pode escrever uma carta contando um pouco da sua história e porque decidiu ajudar. É importante para elas [idosas]”, convida.

DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.