CEARÁ RECEBE HOJE O CORINTHIANS PRECISANDO VENCER

O Ceará faz hoje à noite no Castelão a sua partida mais importante do ano, ao receber o Corinthians, às 19h30, pela penúltima rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.


Afinal, o Vozão pode confirmar sua permanência ao fim da rodada, se pontuar contra o time paulista. A possibilidade do fico, que sofrera um duro golpe após o clube empatar na estreia do técnico Argel Fucks contra o Athletico/PR em 1 a 1 com gol sofrido nos últimos minutos, cresceu após a derrota do Cruzeiro para o Vasco na segunda-feira (2), no encerramento da rodada.

Em 16º com 38 pontos, o Ceará se garantirá na Série A em 2020, caso vença o Timão hoje e o Cruzeiro empate com o Grêmio amanhã em Porto Alegre. A outra possibilidade do Vozão permanecer é empatando, com o time celeste sendo derrotado.

Na última combinação, o Vovô abriria três pontos para o Cruzeiro e não poderia ser ultrapassado pela Raposa mineira na 38ª rodada, pelo Vovô ter mais vitórias: 10 a 7.

A mudança de cenário, muito favorável ao Vovô após o tropeço do Cruzeiro, fez a torcida do Ceará se empolgar, esgotando os ingressos para hoje, garantindo a lotação do Castelão e muito apoio ao clube em um jogo tão essencial na campanha alvinegra.

"O melhor resultado sempre é o nosso. A briga se resume a nós dois, Ceará e Cruzeiro. Temos dois pontos na frente, 10 vitórias, eles têm sete. Faltam dois jogos. É um jogo importante no campeonato a partir do momento em que a gente fizer nossa parte", analisou o técnico Argel Fucks.

Ou seja, a mobilização é de fim de campeonato, de jogo do ano para o Ceará, pois a manutenção da Série A é vital para o planejamento e crescimento do clube no cenário nacional.

Embora a campanha tenha sido errática, do fim do 1º turno até então, com raros momentos de bom futebol, confirmar a permanência na elite é um prêmio para o torcedor que sempre apoiou a equipe, mesmo quando ela caiu assustadoramente de produção.

O presidente do clube, Robinson de Castro, afirmou que o momento no clube é de união e apoio da torcida.

"O que vai fazer a diferença é a nossa torcida. Quem vai conseguir esse objetivo não vai ser somente os jogadores, a diretoria, a comissão técnica. Todo mundo que tem sangue alvinegro vai conseguir a permanência", decretou Robinson.

Ao falar sobre o jogo contra o time paulista, o comandante do Vozão analisou a partida e se disse animado quanto ao apoio que o time irá receber das arquibancadas.

"É um jogo importantíssimo, jogo que pode definir nosso ano. Vai ser um jogo muito difícil e que temos que estar muito bem tecnicamente e muito concentrados para conseguir o resultado. Estamos treinando muito. Não temos muito tempo, mas estamos utilizando esse tempo da melhor forma possível. Vamos contar com o apoio da nossa torcida, vamos ter de novo a atmosfera de sábado, sendo ela ainda maior e precisamos retribuir nosso torcedor fazendo a nossa parte", afirmou Argel.

Sem mistério

No último treinamento antes do duelo com o Timão, o técnico do Ceará definiu a equipe que entrará em campo para o jogo decisivo. E com transparência e sem rodeios, Argel Fucks não escondeu a formação alvinegra, já indicando a equipe que jogará.

"Escalação não ganha jogo, o que ganha o jogo é a preparação durante a semana", destacou ele.

Em relação ao time que iniciou jogando contra o Athletico/PR, Argel realizou duas mudanças. Uma na zaga e outra no meio de campo. Ambas por necessidade. Suspensos, Valdo e William Oliveira são desfalques certos.

Por outro lado, o lateral-direito Samuel Xavier, que cumpriu suspensão automática na última rodada, está de volta.

O zagueiro Luiz Otávio espera um Ceará mais seguro e concentrado contra o Timão, não repetindo os erros diante do Athletico/PR, ao sofrer o gol do empate aos 48 do 2º tempo. "Ali vai ser guerra, vamos guerrear até o final para alcançar os nossos objetivos. Estamos lutando por algo maior que eles. De todos os jogos que já enfrentamos, é o último com mandantes, casa cheia. Agora são todos maduros e sabemos que não tem espaço para mais erros. Buscamos fazer melhor do que contra o Athletico-PR, porque ali queríamos a vitória e conseguimos o empate. Nosso foco é fazer um bom jogo, saber atacar e defender, neutralizar o Corinthians e essa ansiedade que vem da arquibancada".

Óbvio que a principal preocupação do Ceará é evitar o rebaixamento, mas uma vitória alvinegra, somada a tropeços de Fluminense contra o Fortaleza e Botafogo ante o Atlético/MG, deixará o Vovô com chances de classificação para a Copa Sul-Americana.

Na Libertadores

O Corinthians tem, diante do Ceará, mais uma chance de se garantir na fase preliminar da Taça Libertadores do ano que vem. Com uma vitória no confronto, o grupo do técnico interino Dyego Coelho, em oitavo, já carimba o passaporte para a competição continental, uma vez que chegará aos 56 pontos e, portanto, não poderá mais ser alcançado por Fortaleza ou Goiás.

O problema é que o retrospecto corintiano como visitante não é nada bom desde o ano passado. Levando em conta todos os jogos realizados fora de casa, o Corinthians conquistou apenas cinco vitórias - contra Paraná e Vasco em 2018 e, neste ano, sobre Athletico/PR, Fortaleza e Chapecoense. Em 37 duelos, foram cinco triunfos, 10 empates e 22 derrotas, totalizando aproveitamento de 22,5%.

Para acabar com essa sina e conquistar os três pontos, Coelho deve ter novamente o trio de ataque com Janderson, Clayson e Gustagol.

No entanto, Pedrinho outra vez se tornou dúvida por causa de dores na panturrilha. Ele tem feito fisioterapia e será avaliado uma hora antes da partida para saber de sua condição. Caso não consiga jogar, Mateus Vital deve ser o escolhido como substituto.

DN

Nenhum comentário

SEU COMENTÁRIO É DE SUA TOTAL RESPONSABILIDADE, FICANDO SEU IP. DE REDE SALVO PARA RESGUARDO DE AÇÕES JUDICIAIS.

Tecnologia do Blogger.